16/11/2009

ABRA OS OLHOS--MOTIVAÇÃO




CORTANDO ARESTAS
Aquele que lisonjeia a si mesmo está em situação pior que o bajulador. Além de se iludir, é iludido pela sua própria incapacidade de se analisar, favorecendo o ambiente interno para a proliferação do egoísmo e, por vezes, segue vivendo este mundo fantasioso por muitos e muitos anos.
É nesta hora que reconhecemos o valor do Cristo, que chega, em silêncio,aos nossos ouvidos e ao santuário do coração, a nos dizer com firmeza e Bondade: "Corta,meu filho, as tuas próprias arestas. Opera essas saliências formadas pela vaidade orgulhosa,filha do egocentrismo".O trabalho, entretanto, é demorado e os caminhos, cheios de espinhos. O ar é pesado para a respiração da alma e os inimigos da perfeição alvoroçam-se, em todos os sentidos, para por a pique a engenhosa idéia da renovação. Se queres avançar, se não é doteu costume ficar para trás, modifica o teu modo de ser no que tange às tuas imperfeições.
Quando encontrares o teu amigo e puxares com ele conversações que te dão prazer, lembra-te do aprimoramento das idéias. Esquece os feitos dos outros, quando a conduta dos teus semelhantes não se alinhavarem com as elevadas maneiras de viver.
Falar da vida alheia é predispor todos os órgãos à enfermidade e  desarmonizar todos os corpos do espírito. Existem tantos assuntos elevados para se conversar; por que o mal? A maledicência é porta aberta para a inimizade e fermento para a discórdia. Medita todos os dias sobre a natureza, pensa sempre em Deus e não te esqueças de Jesus Cristo, para que o teu esforço não fique em vão e a tua inspiração preencha o teu coração com as vibrações dos altiplanos da espiritualidade maior.
Converte a tua mente em um campo de trabalho constante. Sê um operador inteligente, cortando todas as arestas que, porventura, te façam sofrer. Planta as sementes da Verdade e do Amor, que a Caridade se tornará mais visível em todos os teus caminhos. Observa se conversas muito diante do teu companheiro. Se não deixas que ele fale para que ouças, ficarás sem amigo para te ouvir. Quando ele estiver de posse da palavra,
não te impacientes com as opiniões que emitir, pois tu também tens as tuas. Quando for a tua hora de dizer, escolhe o que vais falar, cumpre o teu dever de bom semeador, que Deus certamente cuidará de todos. Se perceberes defeito grave no teu irmão, verifica a tua conduta e vê se não fazes o mesmo. O teu confrade pode ser o teu espelho e já terá te prestado uma grande ajuda se te ajudar a melhorar.
O mundo interno é a maior extensão para quem deseja trabalhar e és o dono do teu. Deves aprender a fazer a cirurgia moral em ti mesmo. Se quiseres, o próprio tempo te ensinará esta maravilhosa arte do aprimoramento próprio. Não fujas do dever para contigo mesmo, procura ajudar-te a melhorar, a cada dia que passa.
Quando estiveres em teu lar, alimentando- te ou mesmo descansando, não incentives conversações negativas, nem acolhas momentos de lembranças desastrosas. Sê alegre na faixa da alegria pura. O humor elevado é graça agradável na graça de Deus. Conta histórias aos que convivem contigo, histórias que elevem e distraiam, ampliando, assim os teus próprios conhecimentos, que logo respirarás um ar mais leve e, como por encanto, surgirá um bem-estar mais favorável à tua paz.
Se começares, há de compreender que arestas deves cortar, para que o teu coração pulse em teu peito com mais harmonia de vida.
João Nunes Maia
Espírito: Lancellin   

Oração Do Perdão