20/12/2009

De Novo (André Luiz )

Se caíste em serviço,
Levanta-te e caminha.
Por nada te envergonhes
Começar outra vez...

Nem te humilhe rogar
Auxílio a um companheiro.
Ainda moras na Terra,
Não no País dos Anjos.

Toma a charrua e lavra
O solo que te espera.
De novo, planta o bem;
Deus te protegerá.

TEMPLO VIVO


É uma felicidade encontrar o reduto dos trabalhadores operantes do Espiritismo.

Que dizer duma comunidade de abelhas consagradas ao perene descanso na colméia? De árvores que florescessem verdejantes, mas sem frutos? De fontes abertas, todavia sem água que traduza socorro ativo aos sedentos?

Não suportamos que nós, os desencarnados, estejamos repousando em calmaria destruidora. O nosso esforço é ingente, o trabalho é incessante. Temos, também, em todas as direções de nossa luta, os centros espirituais de serviço aos semelhantes. Nossos agrupamentos, contudo, não se restringem aos incensos da adoração e, sim, estendem-se a tarefas eficientes e seguras, nas quais, qual acontece num conjunto musical, cada companheiro é um instrumento adequado à harmonia do todo e cada coração é ferramenta bendita para que a vontade de Jesus se manifeste. Aqui temos, pois, uma demonstração dos templos de fé viva no futuro mundo.

Cada crente é colaborador vivo da obra do Mestre Divino. Este usa a palavra para a edificação coletiva, outro emprega as mãos fraternas no auxílio curativo, enquanto outros se utilizam de forças benéficas e salutares para a transmissão dos valores espirituais de planos mais altos.

Trabalhemos assim, meus amigos, conscientes de que o Espiritismo Cristão é processo renovado com Jesus, escola para ensinar, casa de produção incessante do bem e sementeira viva de bênçãos e luzes, em que todos nós, individualmente, podemos contribuir com a nossa parte na construção do Reino de Deus na Terra.

O porvir acena-nos à frente, induzindo-nos para o Alto. A fé sem obras congela o pensamento e determina a anestesia temporária do espírito.

O serviço é a alma de nossas organizações que se dirigem para o mundo regenerado, com vistas à vida eterna. Jesus é o Senhor da Verdade e do Bem, é o Príncipe da Paz e o Salvador dos Homens. Entretanto, é também o Trabalhador Divino de pá nas mãos, limpando a eira do mundo. E se não sabemos, ainda, dentro de nossa insignificância, ligar-nos ao Supremo Orientador do Planeta, através da Verdade que ainda não conquistamos inteiramente, do Bem que ainda não sabemos praticar com a perfeição desejada e da Paz que ainda não sabemos preservar em nós mesmos, busquemo-lo por intermédio do trabalho no bem, porque o serviço é o caminho aberto a todas as criaturas, desde o verme até o anjo, na direção de Deus.



pelo Espírito Agar - Do livro: Nosso livro, Médium: Francisco Cândido Xavier - Espíritos Diversos.

Oração Do Perdão