24/05/2010

Assim de Momento

Livro: Coragem - 13
Emmanuel & Francisco Cândido Xavier
Assim de momento, você. de fato:
    não pode esconder a moléstia renitente ao irreversível que lhe promove o aperfeiçoamento espiritual; não pode livrar-se do defeito físico; não dispõe de recursos para desconhecer o parente difícil; não consegue liberar-se dos conflitos íntimos com que haja renascido, atendendo-se a fins determinados; não liquidará, de vez todas as dívidas que terá assumindo diante dos outros; não se libertará da influência dos adversários gratuitos; não estará sem as ironias e incompreensões que se lhe espalhem na estrada; não viverá sem problemas educativos...
Mas você pode aceitar tudo isso e, da aceitação construtiva de todos os percalços que porventura lhe assinalem a existência, você pode partir para o esforço de trabalhar, melhorando a você mesmo, a fim de render, tanto quanto possa, no bem de todos, de vez que, colaborar no bem de todos, é o caminho para a verdadeira felicidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oração Do Perdão